ASSUNTOS REGULATÓRIOS: Anvisa libera fabricação dos produtos da marca Fugini

ASSUNTOS REGULATÓRIOS: Anvisa libera fabricação dos produtos da marca Fugini
1 ano atrás

Na segunda-feira (10/04), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) revogou a Resolução – RE 1028/2023 que suspendia a fabricação, a comercialização, distribuição e uso de todos os alimentos em estoque fabricados pela Fugini localizada em Monte Alto, São Paulo.

No entanto, foi mantida a suspensão de fabricação dos produtos que contenham os principais alimentos que causam alergias alimentares ou aqueles que sejam derivados desses. Assim como a suspensão de distribuição, comercialização e uso dos produtos acabados em estoque da empresa fabricados até o dia 27/03/2023, e das polpas de tomate utilizadas como matéria-prima, fabricadas ou adquiridas até essa data.

A revogação foi publicada por meio da Resolução RE nº 1.225 de 10 de abril de 2023, após a realização de uma nova inspeção conduzida pelo Centro de Vigilância Sanitária de São Paulo (CVS-SP) e pela Vigilância Sanitária Municipal, entre os dias 03 e 05 de abril de 2023.

Foram avaliadas as reformas na fábrica e as adequações em seus procedimentos de modo a cumprir com as determinações da vigilância sanitária. A empresa agora apresenta condições técnicas operacionais e foi considerada apta para retomar a fabricação de seus produtos.

Contudo, o processo de fabricação de produtos que contêm ingredientes alergênicos ainda precisa ser adequado para impedir a contaminação cruzada entre produtos. Também é necessária avaliação complementar da documentação de controle de qualidade dos produtos em estoque para obter mais informações sobre a segurança e qualidade.

No final de março, a empresa havia passado por inspeção conjunta realizada entre Anvisa, Centro de Vigilância Sanitária de São Paulo e Vigilância Sanitária Municipal, quando foram verificadas falhas graves no cumprimento das Boas Práticas de Fabricação (BPF) e, por isso, suas atividades foram suspensas. 

“Até o momento, a empresa Fugini cumpriu grande parte das determinações da autoridade sanitária, adequou rapidamente sua planta fabril e seu processo de fabricação, podendo retomar parte da fabricação no local”, afirmou a Anvisa.

Stefanie Recalcatti

Avaliação e Comunicação de Perigo

intertox

intertox